O ZAPATISMO
NA REVOLUCAO
MEXICANA.

Por Adonia Antunes Prado

    Extracto:

    A Revolução Agrária do Sul decidiu os rumos da luta armada no México e teve como causas principais:

    a) situação difícil do campesinato frente a ausência de terras para a semeadura;

    b) o descontentamento de setores médios e baixos da população de Morelos em relação a uma parte representativa das elites locais, cristalizadas em fraudes eleitorais havidas anteriormente a 1910 na região, acontecimentos esses seguidos de forte repressão contra a população inconformada;

    c) a identificação da população com os organizadores da revolta, que eram perseguidos mas que vinham se consolidando como lideranças regionais;

    d) e, por fim, eclosão, em 20 de novembro de 1910, da rebelião maderista, quando este proclama o Plan de San Luiz.

.
Fuente:

Adonia Antunes Prado.
"O Zapatismo na Revolução Mexicana:
uma leitura da Revolução Agrária do Sul", en
Revista Estudos. Sociedades e Agricultura.
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.
Río de Janeiro, Brasil, Diciembre 2013.
Páginas 144 a 174.